- Publicidade -
Política

Nonato teria alertado a Cartaxo sobre escândalo e defende CPI da Lagoa

Ex-vice-prefeito de João Pessoa, o jornalista Nonato Bandeira, do PPS, saiu em defesa, nesta quarta-feira (27), de uma apuração, pela Câmara Municipal, dos escândalos que apontam desvios milionários na obra da Lagoa, do Parque Solon de Lucena, sobretudo por ter fato determinante – o desvio do dinheiro, constatado pela Controladoria Geral da União.

- Continua depois da publicidade -

Apesar da defesa, Nonato deixou claro que não iria interferir na esfera alheia, mas ressalta que, ainda como vice-prefeito, chegou a alertar Cartaxo sobre os escândalos, sugeriu que o prefeito chamasse a imprensa e abrisse o jogo sobre as suspeitas, mas, naquele momento, o gestor preferiu o silêncio, que terminou com o carro preto da Polícia Federal.

“Eu não vou interferir em esfera de outros setores, essa é uma questão dos vereadores. Agora, se você me perguntar, se eu sou a favor de CPI quando tem fato determinante, independente se for de prefeitura, do governo, no plano federal, eu sou a favor de se investigar. Aliás, eu sou a favor de se investigar tudo. Sobre essa questão da Lagoa, eu era vice prefeito, eu disse ao prefeito – faça logo uma comissão de sindicância, abra tudo, chame a imprensa e mostre que não tem nada a ver com isso, mas naquele momento preferiram o silêncio, dizer que não tinha nada a ver, aí depois veio a CGU, veio o MPF e por fim veio o carro preto da polícia federal”, disse. As informações são do PB Agora.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar