Nenhum aluno da rede estadual da PB será reprovado este ano, diz secretário

Sobre os conteúdos não absorvidos pelos estudantes durante o ano letivo vigente, Claudio Furtado destacou que eles serão ofertados no próximo

O secretário executivo da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (SEECT-PB), Claudio Furtado, anunciou que vai seguir a orientação do Conselho Nacional de Educação (CNE), acerca da progressão dos alunos para a série seguinte, devido à pandemia do novo coronavírus. Com isso, nenhum estudante será reprovado. Conforme Furtado, a medida visa reduzir os índices de desistência e evasão escolar. A informação está publicada em matéria do Jornal da União, divulgada neste sábado (19).

“É a única maneira de não deixar ninguém no caminho. A partir do momento que se faz isso, reduz-se o número de desistência e evasão”, explicou.

Sobre os conteúdos não absorvidos pelos estudantes durante o ano letivo vigente, o secretário destacou que eles serão ofertados no próximo. Claudio ainda anunciou que será feita uma avaliação da situação pedagógica no Estado para estabelecer os esforços necessários.

“É o que chamamos de Itinerário Contínuo 2020 e 2021. Nossa proposta é avaliar a situação pedagógica em toda a rede para estabelecer esse reforço de acordo com cada necessidade”, afirmou.

O secretário ainda adiantou a possibilidade de um quarto ano do ensino médio, caso os estudantes que estão indo para universidade queiram reforçar os conteúdos.

“São alunos que estão saindo para a universidade e por isso estamos avaliando essa possibilidade, daqueles que sentirem necessidade terem a oportunidade de rever conteúdos”, pontuou.

Nas 660 escolas da rede os 250 mil alunos estão cumprindo as últimas atividades antes do encerramento do ano letivo, em 17 de janeiro.

Com informações do Jornal da União