Natal na Usina terá literatura, teatro, rap e cultura popular nesta quarta e quinta

Foto: Divulgação

O Natal na Usina é um projeto que visa promover a cultura e a arte na cidade de João Pessoa, oferecendo uma programação diversificada e gratuita para o público. Nesta quarta e quinta-feira (6 e 7), o projeto traz lançamento de livros, espetáculo teatral, Batalha de Rap, e show de cultura popular com a Mestra Penha Cirandeira.

Nesta quarta (6), às 19h, no Palco Bonde, acontece o lançamento dos livros ‘Rituália’ (Isabor Quintiere) e ‘Verde G\ás’ (Ricardo Oliveira), seguido de um bate-papo com os autores, mediado pelo escritor e jornalista André Cananéa. Os livros são obras de ficção que exploram temas como o fantástico, o insólito, o cinema, e o futuro.

Isabor Quintiere é uma autora paraibana que tem se destacado pela sua narrativa inventiva e madura, influenciada pela tradição fantástica latino-americana. Em seu segundo livro, “Rituália”, ela mergulha nas profundezas das mínimas fendas do cotidiano de seus personagens, criando histórias que surpreendem e inquietam o leitor.

Ricardo Oliveira é escritor, jornalista e mestre em comunicação pela UFPB. Ele escreve sobre cultura pop desde os 14 anos e atua no mercado de marketing de conteúdo como consultor, estrategista, e professor. Em seu primeiro romance, “Verde Gás”, ele apresenta uma distopia ambiental que se passa em um Brasil devastado pela poluição e pela escassez de recursos naturais.

O bate-papo com os autores será uma oportunidade para conhecer mais sobre as suas trajetórias, inspirações, processos criativos, e desafios na literatura contemporânea.

Gisberta

Ainda na quarta, às 20h, na Sala Vladimir Carvalho, a atriz Letícia Rodrigues apresenta o espetáculo ‘Gisberta’, baseado na história real de uma mulher trans brasileira que foi brutalmente assassinada em Portugal, em 2006. O espetáculo é uma homenagem à memória de Gisberta Salce Junior, que saiu do Brasil aos 18 anos para fugir da violência e buscar uma vida melhor na Europa, mas acabou sendo vítima de um crime de transfobia que chocou o mundo.
Letícia Rodrigues interpreta Gisberta com sensibilidade e emoção, dando voz a uma mulher que foi silenciada pela intolerância e pelo preconceito. A atriz também é uma mulher trans e sente na pele os desafios e as lutas dessa população. O espetáculo é uma forma de denunciar a violência contra as pessoas trans e de celebrar a resistência e a dignidade de Gisberta.

Batalha da Usina: Eliminatória 1

Já na quinta-feira (7), às 19h, no Palco Bonde, acontece a primeira eliminatória da Batalha da Usina, um evento que reúne MCs da cidade para uma disputa de versos. A Batalha da Usina é uma iniciativa que valoriza a cultura do rap e do hip hop e promove o intercâmbio entre os artistas e o público.
A Batalha da Usina é uma oportunidade para conhecer o talento e a diversidade dos MCs da cena local, que usam a música como forma de expressão e de transformação social.

Mestra Penha Cirandeira

Na quinta-feira (7), às 20h, na Sala Vladimir Carvalho, a Mestra Penha Cirandeira apresenta um show de cultura popular, com destaque para o Coco de Roda e a Ciranda, ritmos tradicionais da Paraíba. A Mestra Penha Cirandeira é uma das principais vozes na divulgação da cultura popular paraibana atualmente, tendo uma longa carreira como brincante, compositora e intérprete.

O show da Mestra Penha Cirandeira é um convite para dançar, cantar, e se encantar com a riqueza e a beleza da cultura popular paraibana.
Este ano, o Natal na Usina será ponto de arrecadação de brinquedos e alimentos perecíveis para a Central Única das Favelas – Cufa, que em 23 de dezembro realizará o Natal da Cufa no bairro São José.

O projeto Natal na Usina é realizado através da Lei de Incentivo à Cultura, com produção da Atua Comunicação Criativa, o apoio do Instituto Energisa, patrocínio da Energisa e realização do Ministério da Cultura e Governo Federal – União e Reconstrução.