Na estreia de Zimmermann, Botafogo-PB empata em casa pela Série C

Estreando seus treinadores, Botafogo-PB e Manaus fizeram um jogo fraco na noite de segunda-feira (17), no estádio Almeidão, pela segunda rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com poucas chances claras, o 0 x 0 refletiu a pouca produção ofensiva das duas equipes dentro de campo.

No time pessoense, o treinador Rogério Zimmermann promoveu como mudança com relação aos que vinham atuando como titulares a entrada de Erivélton no meio-campo. Aparentemente nervoso, o jogador até teve uma boa chance de marcar no segundo tempo, mas na maior parte do tempo parecia nervoso, errando passes e rifando as bolas que chegavam em seus pés no campo de defesa.

Com Everton Heleno mais participativo, o Botafogo-PB dominava o meio-campo nos primeiro minutos do duelo, mas a bola não chegava nos pés de seus atacantes.

Com o jogo parado em movimentos ofensivos, aos 31 minutos, Kelvin tentou resolver sozinho em jogada pela individual vindo da esquerda. Ele passou por dois defensores e foi derrubado por Igor Carvalho, quase dentro da área. Na cobrança, Rodrigo Andrade mandou para a área e o goleiro manauara afastou o perigo.

O camisa 23 do Belo tentava resolver e, três minutos mais tarde, mais uma vez fez jogada individual, driblando dois defensores na sequência e, da entrada da área, batendo de pé direito. Porém, o chute foi sem força e Jonathan defendeu sem dificuldades a bola que foi no meio do gol.

As chegadas mais perigosas do primeiro tempo foram do Manaus. Aos 40, Rossini avançou em velocidade pela meia-direita e bateu cruzado da entrada da área, obrigando Felipe a se esticar todo para resvalar a bola para escanteio.

Logo depois, aos 43, Rossini aproveitou bate-rebate na grande área e, da marca do pênalti, encheu o pé direito para tirar tinta da trave do arqueiro botafoguense.

Antes do intervalo, aos 46, após cruzamento da direita, houve desvio no primeiro pau e, por centímetros, o zagueiro Thiago Spice não conseguiu empurrar a bola para o gol.

Segundo tempo

Somente em um lance de bola parada o Belo chegou com perigo. Aos 23 minutos, Rodrigo Andrade cobrou escanteio da esquerda, Marcelo Xavier desviou na primeira trave e a defesa resvalou, quase marcando contra, para mandar novamente pela linha de fundo. Na segunda cobrança, feita por Kellyton na direita, Everton Heleno mandou de cabeça para a defesa do arqueiro do Manaus.

Aos 25, Dico avançou pela esquerda e cruzou para o meio da área. Lohan não conseguiu dominar, mas a bola parou em Erivélton, que dominou e bateu cruzado de direita, mas a bola passou por toda extensão da pequena área e ninguém desviou para abrir o placar para o Botafogo-PB.

O Manaus chegou perto de abrir o placar aos 36 minutos. Paulinho Simionato recebeu na área, girou como quis na frente de Donato e bateu de esquerda, mas Felipe fez ótima defesa. Na sequência, Matheuzinho soltou a bomba de longe e a bola explodiu no travessão botafoguense.

Poucos segundos depois de entrar, aos 40 minutos, Mário Sérgio quase abre o placar. Ele recebeu cruzamento da direita e desviou de cabeça, levando muito perigo.

Com o empate, o Botafogo-PB marca seu primeiro ponto na Série C, e fica na sexta posição ao fim da segunda rodada, mas com dois jogos a mais que Treze e Imperatriz-MA e um que Jacuipense-BA e Santa Cruz. O tricolor pernambucano, inclusive, será o adversário do Belo no próximo domingo (23), no Almeidão. O Manaus chega a dois pontos, e fica na quarta colocação. O próximo jogo do Gavião do Norte será sábado (22), em casa, diante do Jacuipense-BA. As informações são do Voz da Torcida.

Comente