Na contramão do combate ao coronavírus, Câmara de Conde mantém sessão ordinária nesta segunda

Na contramão do mundo, que vive a quarentena ocasionada para o combate da proliferação do coronavírus, a Câmara de Conde mantém a sessão ordinária nesta segunda-feira (23).

O ato do presidente Carlos Manga Rosa, que beira a irresponsabilidade, deve acontecer às portas fechadas para a população com os 11 vereadores e vários servidores expostos aos riscos da pandemia da covid-19.

Informações de bastidores indicam que vereadores pretendem aprovar o afastamento da prefeita Márcia Lucena, e aplicar um “golpe” em meio à pandemia.

Desde a última quarta-feira (18), a Câmara de João Pessoa suspendeu as atividades presenciais na Casa de Napoleão Laureano. As sessões, se houver, serão extraordinárias e realizadas virtualmente.

Conde é município integrante da região metropolitana de João Pessoa, onde houve o primeiro caso confirmado para coronavírus na Paraíba e onde tem a maior incidência de casos em investigação.

Outra Câmara que adotou a mesma medida que a da Capital foi Bayeux. Na última quinta-feira (19), o presidente Jefferson Kita suspendeu sessões e expediente na Casa Severaque Dionísio. Cabedelo também tem sessões suspensas.