Publicidade
Cotidiano

MST doa alimentos orgânicos e realiza intervenções no Porto do Capim

Evento ocorre no dia em que se comemora o Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) irá realizar uma intervenção no Porto do Capim nesta quinta-feira (17) com doação de alimentos, palestras e atividades culturais.

A adesão mais concreta do MST ao movimento de moradores da comunidade vem justamente no mesmo momento em que a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) avança no processo de construção do Parque Ecológico Sanhauá, despejando 162 famílias do local. Nessa segunda-feira (15), o prefeito Luciano Cartaxo (PV) esteve em ação de recuperação asfáltica da Avenida Sanhauá no que, segundo ele, já é uma ação que faz parte do projeto do parque.

- Continua depois da publicidade -

+ Cartaxo visita obras de pavimentação que antecede despejo do Porto do Capim

Segundo a assessoria de comunicação do MST, o dia 17 de abril foi a data escolhida para a mobilização por se comemorar o Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária. Ela ressaltou que todos os alimentos que serão doados são de hortas e plantações feitas pelo movimento. Além disso, uma das missões do evento, além de dar apoio à comunidade, que, segundo eles, “estão correndo o risco de serem despejados de forma ilegal e desumana”, é desmistificar, através de palestras, a imagem de que o MST não produz nada e serve apenas para realizar badernas sociais.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar