MPF investiga gestão Cartaxo por recusar fazer exame de R$ 45 reais em paciente do SUS-JP

A Saúde de João Pessoa volta a ser mais uma vez alvo de inquéritos ministeriais. Desta vez, quem está de olho na gestão Cartaxo/Adalberto Fulgêncio, prefeito e secretário, respectivamente, é a Procuradoria-Geral da República.

Chegou ao Ministério Público Federal da Paraíba (MPF-PB) a denúncia de que o Sistema Único de Saúde (SUS) da Capital se recusou a realizar exame previsto na Tabela SUS a uma cidadã.

A Secretaria Municipal de Saúde alegou que não havia prestadores de serviço para o exame em questão, uma histerossalpingografia, que é um exame de raio-x do útero e das trompas uterinas para diagnosticar malformações, doenças da cavidade uterina e do interior das trompas.

Detalhe: o preço do exame é R$ 45,34.

Confira o extrato:

Comente