MPF apura possíveis danos causados por trânsito de embarcações no ‘Caribessa’

Local trata-se de Área de Preservação Ambiental de Naufrágio Queimado, o que caracteriza uma unidade de conservação estadual

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito civil para investigar o trânsito de catamarãs e outras embarcações em área da praia do Bessa, conhecido como “Caribessa”, em João Pessoa. Um procedimento preparatório já vinha apurando a situação no local.

O trânsito, conforme a portaria, estaria colocando em risco os banhistas, além de provocar a destruição de corais. O local trata-se de Área de Preservação Ambiental de Naufrágio Queimado, o que caracteriza uma unidade de conservação estadual.

O órgão destacou que há “necessidade de aprofundar as investigações quanto aos impactos gerados pela atividade turística nos corais e, ainda, avaliar as possibilidades e os limites para o trânsito de embarcações no local.”

Comente