MP investiga irregularidades na prestação de contas de prefeitura, na PB

Portaria, assinada pela promotora Carmem Perazzo, que autoriza a investigação foi publicada na quinta-feira (3)

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) instaurou inquérito civil para apurar irregularidades constatadas na prestação de contas da Prefeitura de Capim no exercício de 2017, sob comando do prefeito Tiago Roberto Lisboa (PSDB).

A portaria, assinada pela promotora Carmem Perazzo, que autoriza a investigação foi publicada na quinta-feira (3). O inquérito tem prazo de um ano para ser concluído, podendo ser prorrogado.

A promotora determina a “coleta de informações, depoimentos, certidões, perícias e demais diligências para, sendo o caso, propor a consequente Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa, ou ordenar o arquivamento deste”.

Confira documento