- Publicidade -
Cotidiano

MP investiga contratos da gestão Romero com empresas sem a realização de licitação

Contratos teriam sido firmados por inexigibilidade de licitação fora da previsão legal para tal modalidade

Diversos contratos firmados entre a Secretaria de Saúde de Campina Grande e escritórios de advocacia, por meio de Inexigibilidade de Licitação, estão sendo investigados pela Promotoria do Patrimônio Público de Campina Grande.

- Continua depois da publicidade -

A secretária, Luzia Pinto, tem 15 dias para enviar à promotoria os contratos realizados com as empresas: Filipe Araújo Reul Sociedade Individual de Advocacia, Luis Villander Sociedade Individual de Advocacia, Darlene Araújo Xavier e Marco Villar Sociedade Individual de Advocacia e se eles foram renovados.

Se comprovadas as irregularidades, a secretária da gestão Romero Rodrigues (PSDB) pode responder em uma Ação Civil Pública. O inquérito está sendo conduzido pelo promotor Alyrio Batista de Souza Segundo.

Confira o despacho de instauração do inquérito:

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar