Morte do ex-prefeito Luciano Agra completa 5 anos nesta terça-feira

Há exatos 5 anos, no dia 10 de dezembro de 2014, morria o ex-prefeito de João Pessoa, José Luciano Agra de Oliveira – na época, ele tinha 62 anos de idade. Apesar de ter exercido apenas os mandatos de vice e prefeito de João Pessoa, Agra até hoje e é lembrado como um dos políticos mais carismáticos do Estado.

Natural de Campina Grande, o ex-prefeito de João Pessoa nasceu em 25 de janeiro de 1952, se formou em arquitetura pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e fez mestrado em engenharia urbana na Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Agra teve uma carreira política curta, participando de apenas duas disputas eleitorais. Ele foi prefeito de João Pessoa de março de 2010 até o fim de 2012, na época filiado ao PSB. Foi eleito como vice-prefeito nas eleições de 2008 e assumiu quando Ricardo Coutinho (PSB) renunciou ao cargo de prefeito para tentar – com êxito – ser governador da Paraíba.

Em 2012, Agra quis tentar mais um mandato como prefeito, mas perdeu a vaga de candidato do PSB nas convenções do partido para a atual deputada estadual Estela Bezerra. Argumentando que estava sendo excluído da sigla, ele pediu desfiliação em junho de 2012 e passou a apoiar o então candidato do PT, o atual prefeito Luciano Cartaxo.

Em 2013, Luciano Agra se filiou ao PEN e, nas eleições de 2014, se candidatou a suplente de senador de Wilson Santiago (PTB), fazendo campanha ao lado do ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), que tentava ser mais uma vez governador. Porém, nenhum dos dois novos aliados de Agra foi eleito.

Antes de tentar os cargos eletivos, Agra já havia ocupado os cargos de diretor técnico da Companhia de Pró-Desenvolvimento de Campina Grande, de secretário executivo da Comissão Estadual de Gerenciamento Costeiro e de coordenador da Câmara Especializada de Arquitetura do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Paraíba (CREA/PB), além de ter atuado como arquiteto nas prefeituras de João Pessoa e Campina Grande e no Governo do Estado da Paraíba. Foi também secretário municipal de Planejamento durante o primeiro mandato de Ricardo Coutinho como prefeito da Capital.

O dia da morte

Luciano Agra faleceu noite de uma quarta-feira, em João Pessoa. Ele estava internado em um hospital privado da Capital, para onde foi levado depois de sofrer um acidente vascular cerebral hemorrágico (AVCH). De acordo com o boletim médico divulga à época, ex-prefeito morreu às 22h15 em decorrência de complicações no seu quadro clínico.

No boletim médico divulga na manhã daquele fatídico dia, o hospital já havia informado que Agra tinha apresentado uma piora em seu quadro clínico. Segundo o boletim, a função renal e respiratória do ex-prefeito de João Pessoa estava comprometida, com retenção de líquido no pulmão, identificado com ultrassonografia pulmonar. Por conta do quadro renal, foi necessário iniciar a hemodiálise, antes de ele vir a óbito.

Comente