Publicidade
Cultura

Morre cronista e advogado Carlos Romero, em João Pessoa

O cronista Carlos Augusto Romero, pai do arquiteto Germano Romero, faleceu na noite deste domingo (6), no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. A notícia foi confirmada pelo seu filho em rede social. O local de encontro, antes do funeral, será em sua residência da Av. Navegantes, 792, em frente ao Hollanda’s Prime, a partir das 8h. De lá, seguirão, às 16h, para levar o seu corpo ao Cemitério da Boa Sentença.

- Continua depois da publicidade -

Natural de Alagoa Nova, Carlos Romero é autor dos seguintes livros e plaquetes: A outra face de Beethoven e O milagre de Anchieta, ambas conferências proferidas na Sociedade de Cultura Musical e na Faculdade de Direito da Paraíba, respectivamente; A Dança do Tempo (crônicas); O Papa e a mulher nua (crônicas de viagem); Lições de Viver (crônicas); Viajar é sonhar acordado (crônicas de viagem); Meu Encontro com Kardec e A Falência no Direito Brasileiro.

Bacharel em Direito, o escritor e jornalista é filho de José Augusto Romero e Maria Pia de Luna Freire. Ele foi professor da Universidade Federal da Paraíba, juiz de Direito, vice-presidente da Federação Espírita Paraibana, sub-chefe da Casa Civil no Governo de Pedro Gondim, diretor da Rádio Tabajara, membro do Conselho Estadual de Cultura, um dos fundadores da Orquestra Sinfônica da Paraíba (OSPB) e, também, do Correio das Artes – suplemento literário, do qual foi editor, de A União. Carlos Romero também era membro da Academia Paraibana de Letras, onde ocupava a Cadeira nº 27.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar