Moacir volta a atacar comando de Julian Lemos e diz que quer ser expulso do PSL

A crise do PSL chega também na Paraíba. Após denúncias divulgadas por advogados de Bolsonaro sobre compra de diretórios do partido em cidades da Paraíba, o clima fica ainda pior. O deputado estadual Moacir Rodrigues voltou a criticar, nesta quarta-feira (16), a condução de Julian Lemos à frente da sigla no estado.

De acordo com o parlamentar, ele é vítima de preconceitos por parte do deputado federal, e sofre ataques na imprensa vindos do presidente estadual do PSL.

“O que pretendo é ser expulso, se não for expulso, vou entrar com uma consulta no TRE para sair do partido por discriminação”, afirmou o deputado.

Comente