Ministra da Informação renuncia ao cargo e Libaneses protestam diante da postura do governo

Horas depois do anúncio da ministra da Informação, Manal Abdel Samad, o ministro do Meio Ambiente, Damianos Kattar também pediu demissão.

A Ministra da Informação do Líbano, Manal Abdel Samad, renunciou ao cargo neste domingo (9) mediante a insatisfação da população com a gestão do governo diante à crise vivida no país. Na terça-feira (4), a capital libanesa, Beirute, sofreu uma explosão que resultou em 150 mortes, 6 mil feridos e 300 mil pessoas desabrigadas.

Em discurso televisionado, a ministra se desculpou com a população e anunciou a decisão da renúncia. Horas depois do anúncio de Samad, o ministro do Meio Ambiente, Damianos Kattar, também pediu demissão. Os discursos de renúncia foram realizados após críticas feitas pela população à gestão do país.

Diante da negligência do governo Líbanes às explosões na capital, Beirute, a população se mobilizou em protestos contra os líderes do país. As manifestações vêm ocorrendo desde o sábado (8) nas ruas do Líbano.

O presidente do Líbano, Michael Aoun, esteve neste domingo (9) em uma videoconferência com outros chefes de estado como Emmanuel Macron (França), Donald Trump (Estados Unidos), e o presidente Jair Bolsonoro (sem partido).

Comente