Mesmo com coronavírus, Campinense defende a continuidade do Paraibano

Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus, que afetou diversas agendas esportivas pelo mundo, incluindo as duas partidas do Campeonato Paraibano, desta quarta-feira (18) – que será de portões fechados -, o Campinense segue normalmente com suas atividades.

A Raposa dará continuidade aos treinos até quinta-feira (18), quando acontecerá a reunião entre os clubes e a Federação Paraibana de Futebol (FPF). O presidente do Rubro-Negro, Paulo Gervany, defende que a competição siga com sua programação normal, mas sem a presença do torcedor.

+ Copa do Nordeste é paralisada por conta da pandemia do novo coronavírus

+ FPF mantém rodada de quarta-feira do Paraibano e marca reunião urgente para quinta

“O Campinense Clube está atento às medidas de saúde pública. Até o momento, o nosso posicionamento é de que a competição siga, mas que os jogos sejam sem torcida, para que não ocorra a propagação do vírus”, afirmou o mandatário raposeiro.

O presidente rubro-negro, porém, garante que seguirá as recomendações de Ministério da Saúde e que irá acatar a decisão da Federação Paraibana de Futebol (FPF) em caso de paralisação do estadual.

“Vamos aguardar a reunião entre os clubes e a FPF. Acreditamos que a saúde pública é prioridade e vamos respeitar as normas”, completou Paulo Gervany.

O Campinense está na primeira colocação do Grupo B do Campeonato Paraibano e terá como próximo adversário o Atlético-PB. A partida está marcada para o próximo domingo (22), mas pode ser adiada após a reunião na FPF desta quinta-feira. As informações são do Globo Esporte.

Comente