Mercado global de celulares deve cair até 15% em 2020 por conta do coronavírus

O mercado global de smartphones não deve se recuperar tão rápido e, no final de 2020, pode apresentar uma queda no envio de novos dispositivos para venda de até 15%. A informação é do site DigiTimes, que avaliou as recentes atividades das fabricantes ao redor do mundo e as consequências da pandemia do novo coronavírus.

A estimativa leva em conta a demanda reduzida já confirmada por fabricantes como Apple, Samsung e Huawei — todas já confirmando que a venda de celulares vai cair neste ano, quando o mundo inteiro encara a covid-19. Além das medidas de isolamento social e de fechamento do comércio em diversas localidades, eventuais problemas financeiros nos consumidores devem fazer com que a aquisição de novos Adispositivos móveis não seja prioridade em curto prazo.

Além disso, a produção também foi afetada, com marcas encomendando estoques reduzidos de lançamentos. No caso da Apple, por exemplo, fábricas da Foxconn ficaram fechadas na região da China e reabriram aos poucos a partir do final de fevereiro, mas com atividades reduzidas. Fornecedoras parceiras estão preocupadas com a eventual redução na demanda — e sabem que, no segundo trimestre do ano, dificilmente a situação voltará ao normal, o que impede a normalização da situação nos meses restantes.

Do TecMundo

Comente