Menos de 24 horas após o crime, Polícia Civil prende suspeito de praticar homicídio

O homem apontado como autor da morte de um gesseiro, ocorrido no interior do Estado, deverá passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (27), segundo informações da Polícia Civil. Ribamar Fernandes Canuto, de 34 anos, foi preso nessa segunda-feira (25), por equipes da Delegacia Seccional da cidade de Esperança, no interior da Paraíba. A prisão ocorreu em menos de 24 horas após a prática do delito.

Ele é apontado pelas investigações como executor da morte de Thiago Nascimento Araújo, assassinado a tiros na noite do último domingo (22). O fato ocorreu no interior de um sítio, na zona rural de Esperança.

Segundo o delegado Danilo Orengo, titular da Delegacia Seccional de Esperança, os investigadores conseguiram localizar a arma usada no crime. “Foram encontradas três espingardas. Uma delas foi usada no crime. Além disso, encontramos cartuchos e capsulas que estavam ao lado do corpo da vítima. Os materiais passarão por perícias que farão confronto balístico e a constatação de disparos”, declarou.

Para a Polícia, que considera o caso totalmente elucidado, o crime foi motivado por rixas antigas entre vítima e acusado. “Trata-se de um homicídio qualificado. Há informações de que o homem morto teria tentado aliciar uma filha da atual companheira do suspeito que está preso”, acrescentou o delegado.

O acusado já foi encaminhado para a audiência de custódia no Fórum de Esperança e já se encontra à disposição da Justiça.

Comente