Márcia pede ao Governo medidas para reduzir efeitos da pandemia na Grande JP

A prefeita de Conde, Márcia Lucena enviou um ofício ao governador da Paraíba, João Azevêdo para solicitar uma articulação com os gestores dos municípios de João Pessoa, Cabedelo, Bayeux e Santa Rita e adotar medidas de controle e redução dos efeitos da pandemia de coronavírus na cidade.

Conforme o documento, a solicitação vai de acordo com os últimos dados da Secretaria Estadual de Saúde da Paraíba (SES-PB), que aponta as cidades da Região Metropolitana de João Pessoa como as mais atingidas pela pandemia.

Márcia também destacou que a cidade de Conde tem uma natural vocação turística, o que resulta na entrada de cidadãos de diversos municípios, principalmente os circunvizinhos e visitantes de outros estados, que aproveitam o final de semana na cidade, considerada um dos polos turísticos da Paraíba.

Outro fator para a solicitação é a situação econômica do município, que de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 49% da população vive com rendimento mensal de até meio salário mínimo, o que mostra a extrema vulnerabilidade social e que pode se agravar caso ocorra a propagação da doença na cidade.

Entre os pedidos estão a aquisição e doação simultânea de gêneros alimentícios, oriundos da Agricultura Familiar local, pelo Programa de Aquisição de Alimentos Estadual (PAA), alimentos para serem distribuídos junto às famílias que tiveram sua situação de vulnerabilidade social agravada em decorrência da pandemia, ampliação do benefício Cartão de Alimentação, destinação de kits, oriundos da merenda escolar, para os estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, doação de cestas básicas a famílias de alunos da rede municipal, inscritos nos programas sociais, tais como Cadastro Único (Cadúnico), Bolsa Família e Cartão Alimentação Estadual, Equipamentos de Proteção Individuais (EPI´s) para os trabalhadores da Secretaria de Saúde, da Guarda Civil Municipal e da Secretaria de Assistência Social e Trabalho.

Além disso, também é solicitado o apoio do corpo policial, em especial do Batalhão de Policiamento de Trânsito e Departamento de Estradas e Rodagem para cumprimento das barreiras sanitárias municipais, além de células balística para os guardas civis municipais, que estão à frente das barreiras sanitárias restritivas de acesso nos finais de semana.

“Por fim, solicito, especialmente, que seja tomada uma destacada atenção da Secretaria Estadual de Saúde para com a Região Metropolitana de João Pessoa, articulando reunião com os seus prefeitos e gestores da saúde visando uma maior integração e otimização das ações aqui desempenhadas, por meio de webconferência”, pontuou.

Comente