- Publicidade -
Política

Márcia lamenta postura de ex-prefeitos sobre retirada de barracas da orla de Conde

A prefeita Márcia Lucena (PSB) explicou o motivo para a retirada das barracas localizadas nas praias de Conde. De acordo com a socialista, a requalificação da orla das praias é um cumprimento de um processo judicial, movido pelo IBAMA, para desocupação da área que pertence à União.

- Continua depois da publicidade -

Márcia lamentou a postura dos ex-gestores da cidade, Tatiana Corrêa (PTdoB) e Aluísio Régis (PMDB), que criticam a obra, que deveria ter sido realizada em seus mandatos.

“Eles estão agora, junto com outros que aparentemente tem como única intenção prejudicar a população, fazendo sugestões que não servem para nada, a não ser levar a prefeitura e aos comerciantes a ingressarem em erros já cometidos anteriormente por eles e que, recentemente os condenaram no TCE  e no TCU. Vícios de quem faz mal uso da gestão pública e dos recursos públicos e jogam as gestões futuras em verdadeiros buracos”, criticou.

De acordo com Márcia, o processo movido pelo IBAMA completa em 2017, 20 anos. Os comerciantes da área só foram notificados em fevereiro de 2016. Em 2014 existiu um convênio entre a Prefeitura e o Governo Federal, com a liberação de R$ 2 milhões, para a realização da obra. O recurso foi devolvido, pois as gestões anteriores não deram andamento ao processo.

“A nossa gestão se inicia sem o recurso do projeto de requalificação da orla, sem histórico de nada deste processo apenas a ordem judicial a cumprir sem nenhum tempo mais de discussão ou qualquer outra medida. Diálogo entre a prefeitura e os proprietários não faltou, esclarecimento não faltou, de janeiro para cá. Agora só nos resta agir”, explicou.

Márcia ainda salientou que vem realizando constantes diálogos com os comerciantes envolvidos e dando alternativas a eles para a resolução do problema. A socialista declaro que a obra será realizada pelo Governo do Estado, com um investimento em torno de R$ 5 milhões.

“Qualquer coisa além disso é má fé por parte daqueles que querem fazer politicagem com os erros que eles mesmos deixaram nas costas da população ou de outros aproveitadores que com um discurso cheio de palavras viciadas, vão levando a diante o velho “canto da sereia”. Esse calçadão será uma obra do governo do estado, que teve a licitação dia 20 deste mês e que custará ao governo algo em torno de 5 milhões”, declarou.

 

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar