Publicidade
Política

Maranhão diz que MDB não se curva a Cartaxo e por isso sofre perseguição política

Apesar de afirmar que já esperava que o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD) exonerasse as pessoas ligadas ao MDB da Prefeitura, o senador José Maranhão (MDB) classificou a atitude como uma “perseguição” a sua legenda. Para Maranhão, essa retaliação foi devido ao partido não se curvar as exigências de Cartaxo e manter a candidatura própria para o Governo do Estado.

- Continua depois da publicidade -

“Eu estava esperando isso, a perseguição que o prefeito vem fazendo ao MDB, que não se curva a ele. Ora, se o MDB tem um candidato, é claro que o candidato da legenda tem o apoio de todos os companheiros. Esses companheiros que ele demitiu, ele demitiu porque não baixaram a cabeça”, explicou.

O senador Maranhão afirmou que seus correligionários estavam sendo pressionados a apoiar Cartaxo, em suas pretensões em ser pré-candidato a governador, como se negaram, foram exonerados.

“A pressão era para aderir, como eles não conseguiram aderir, ele demitiu. E é esse o homem que quer fazer uma aliança com o MDB, hostilizando o partido”, lamentou.

Maranhão ainda deixou um conselho para Cartaxo, já que o prefeito declarou na última semana pretender se dedicar à gestão, pois a oposição estaria demorando a definir posicionamento sobre eleições.

“É bom que ele se dedique, porque até agora ele não se dedicou. Primeiro que ele está se acusando de que estava fazendo politicagem dentro da Prefeitura. Agora ele resolveu administrar, foi o que ele disse, em outras palavras”, asseverou.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar