Precisou fazer estardalhaço e sair do partido para Manoel Júnior (PSC) pudesse sonhar com alguma posição de destaque nas eleições deste ano. Isso porque o vice-prefeito de João Pessoa fez o escarcéu em seus últimos momentos no MDB, criticando a postura do senador, presidente estadual do partido e pré-candidato a governador José Maranhão (MDB). Agora que Manoel está no PSC, tudo voltou à paz, rendendo-lhe a esperança de ocupar uma das vagas para senador na chapa do emedebista.

“Falta toda a formalização, num ato oficial, mas tudo indica que Manoel será nosso candidato a senador, numa aliança com o PSC. Já com o PP, estamos conversando e está fluindo muito bem”, disse José Maranhão, nesta terça-feira (12), a um programa de rádio de João Pessoa.

Publicidade
ALPB

Da mesma forma, Manoel agora tece elogios para o emedebista. O que antes era um partido em “processo de extinção” com as deliberações de Maranhão, no início do ano, hoje são flores. “José Maranhão me conhece desde quando fui prefeito de Pedras de Fogo, temos história”, alegou Manoel, em um programa de TV, na noite de ontem.

Comente

Camara Municipal