Lula sobre 7 de Setembro: “fé que o Brasil irá reconquistar bandeira”

Datafolha aponta vitória de Lula no 1º turno com 51% dos votos válidos
Ex-presidente Lula - Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), candidato ao Planalto, defendeu que, ao contrário do que deveria, o 7 de Setembro não será um dia de “amor e união pelo Brasil”. No Twitter, o presidenciável fez uma crítica ao uso das cores da bandeira pelos apoiadores de seu principal opositor, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição.

“200 anos de Independência hoje. 7 de Setembro deveria ser um dia de amor e união pelo Brasil. Infelizmente, não é o que acontece hoje. Tenho fé que o Brasil irá reconquistar sua bandeira, soberania e democracia. Bom dia.”

O candidato do PT publicou um vídeo nas redes sociais, na manhã desta quarta-feira (7/9), com cenas de eventos políticos em cidades brasileiras, ao som do Hino Nacional Brasileiro.

Enquanto Bolsonaro participa do desfile do Bicentenário da Independência na Esplanada dos Ministérios pela manhã e de ato em Copacabana (RJ) à tarde, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não tem agenda pública nesta quarta-feira (7/9). Do Metrópoles.