- Publicidade -
Política

Lula afirma que Ricardo Coutinho pode sair mais forte de ações da Operação Calvário

Líder petista ainda fez uma comparação com o que passou na Operação Lava Jato

O ex-presidente Lula (PT) afirmou, durante entrevista ao UOL publicada neste domingo (26), que o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) pode sair mais forte do episódio envolvendo a Operação Calvário. O líder petista ainda fez uma comparação com o que passou na Operação Lava Jato. Aliado histórico do petista, indo até na contramão do PSB nacionalmente por diversas vezes, o paraibano não foi escanteado pelo líder político.

- Continua depois da publicidade -

Questionado sobre a imagem de Ricardo após a operação, Lula diz que não há mancha, indicando que o processo não está concluso, nem há trânsito em julgado que determine o socialista como condenado.

“Pegando o caso do Ricardo Coutinho, você falou manchou… manchou ou não. Quando resolvi enfrentar a mentira contada sobre mim no caso da Lava Jato, disse várias vezes que poderia ter saído do Brasil. Eu não saí porque queria enfrentar a mentira, provar que o Moro é mentiroso, e está sendo aprovado cada vez que ele abre a boca”, disse Lula.

O ex-presidente também acha que Ricardo pode sair mais forte desse caso.

“O companheiro Ricardo Coutinho pode sair mais forte se for mentira o que estão fazendo contra ele. Eu não pedi um ponto porque fui preso. Lá de dentro, falei o que eu tinha que falar e continuo falando: o Moro não foi juiz, ele foi um mentiroso no meu caso. A Lava Jato, o Ministério Público e a força tarefa não estavam cumprindo o papel grande que tem o Ministério Público, montou-se uma pequena quadrilha para mentir e mentiram — e tudo isso vou provar”, afirmou o ex-presidente.

Comente

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar