Couto só consegue 12 assinaturas de petistas em documento contra João Azevêdo

Luiz Couto anuncia apoio à candidatura de Ricardo Coutinho à Prefeitura de JP
Ricardo Coutinho e Luiz Couto - Foto: Arquivo

O ex-deputado federal Luiz Couto (PT) reuniu apenas 12 assinaturas em um documento enviado à Direção Nacional da sigla em que pede posicionamento urgente contra a nomeação de Bivar Duda para a Secretaria de Estado da Agricultura. De acordo com o portal Polêmica Paraíba, a articulação para emplacá-lo no governo João Azevêdo foi dos deputados estadual e federal Anísio Maia e Frei Anastácio, respectivamente.

A alegação da Ala Couto no PT da Paraíba é de que Bivar não poderia fazer parte do Governo do Estado por que João Azevêdo declarou que irá apoiar o candidato do Cidadania nas eleições presidenciais de 2022.

Em contato com o Paraíba Já, um dirigente petista que preferiu não ser identificado lembrou que o então governador Ricardo Coutinho, em 2014, também apoiou a candidatura do seu partido, o PSB, em 2014, quando disputou a reeleição e na época pediu abertamente votos para Marina Silva: “Nada mais natural que alguém apoiar um candidato de seu partido a presidente da República”, complementou.

 

Confira na íntegra:

 

João Pessoa, 27 de maio de 2021.

Para:

Comissão Executiva Nacional do PT

A/C Secretaria Nacional de Organização

Assunto: Reiteração de recurso, fatos novos

Senhora Presidenta e demais dirigentes,

No último dia 26 de maio foi nomeado o militante petista Bivar de Souza Duda para o cargo de Secretário de Estado da Agricultura Familiar e Desenvolvimento do Semiárido da Paraíba. Segundo informa a mídia local “a nomeação sacramenta a volta do Partido dos Trabalhadores ao Governo do Estado”. A mencionada secretaria era ocupada pelo ex-deputado Luiz Couto até 23 de outubro de 2020, quando foi exonerado do cargo pelo governador da PB. Identifica-se nesse ato represália ao filiado e ao PT, e se deu em virtude do acatamento da decisão da Direção Nacional no sentido de apoiar a candidatura a prefeito de Ricardo Coutinho pelo PSB.

É sabido que o Diretório Regional do PT na PB “aprovou” a participação no governo de João Azevedo do CIDADANIA, mesmo tendo ciência da forte vinculação com políticos ligados ao bolsonarismo. A decisão do DR foi contestada por recurso apresentado ao DN em 10 de fevereiro do corrente, ainda não apreciado, a fim anular tal decisão. A imprensa também noticiou que a nomeação foi articulada pelos parlamentares Frei Anastácio e Anísio Maia. Não temos conhecimento de tratativas, consulta ou deliberação por parte do DR relacionada à construção da indicação do nomeado. Agrava a situação o fato do governador ser de um partido que se posiciona publicamente em desfavor da candidatura do presidente Lula, em 2022, tendo o governador declarado que apoiará o candidato do seu partido.

Para que se reestabeleça a normalidade do processo partidário na PB é urgente que o DN se posicione quanto ao recurso encaminhado em fevereiro passado, que a comissão de ética delibere acerca dos processos disciplinares pendentes relacionados ao pleito de 2020 e que o diretório municipal de João Pessoa, que está sem direção formal há meses, seja recomposto.

Saudações petistas e democráticas,

Atenciosamente,

Luiz Albuquerque Couto – CNF 2081
Antônio Barbosa Filho – CNF 7277705
Jose Antonio Trajano de Vasconcelos – CNF 30421
Cícero Gregório de Lacerda Legal – CNF6048020
Jeremias Bezerra Fernandes de Araújo – CNF 6495640
Joelson da Costa Barbosa – CNF 5237128
Carlos Pontes de Lima – CNF 2601078
Marcos Antonio Vidal dos Santos Pinto – CNF 1313948
Teresinha de Jesus de Souza Dantas – CNF 268088
José Ancelmo Barbosa Dantas – CNF 6416528
Bruno Sarmento Ferreira – CNF 6452315
João Andrei Dantas – CNF 6002126
e demais membros da Resistência Socialista