Lobista Marconny Albernaz não aparece e CPI pede retenção do passaporte

A CPI da Covid pediu nesta quinta-feira (2) a retenção do passaporte do lobista Marconny Albernaz.

O presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), anunciou a decisão na retomada da sessão da CPI, no início da tarde.

A CPI tinha se programado para ouvir o depoimento de Marconny nesta quinta, mas ele não apareceu. Diante da ausência, a CPI determinou que a polícia legislativa o conduza à coomissão. Também pediu ao STF que aprove a condução coercitiva do lobista.

Marconny já deveria ter ido à CPI na quarta, mas apresentou atestado médico dizendo que não poderia.

Aziz quer que Marconny seja ouvido ainda nesta quinta.

A CPI também pediu que o lobista seja proibido de deslocar-se da comarca onde reside sem prévia autorização da comissão.

Do G1