Leo Bezerra propõe entrega domiciliar de medicamentos em JP durante pandemia

Vereador Leo Bezerra rebate Estela e lembra “golpe” no Diretório do PSB
Léo Bezerra é vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa - Foto: Olenildo Nascimento/CMJP

O vereador e vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Leo Bezerra, apresentou o Projeto de Lei Ordinária 1821/2020 para que a Prefeitura da Capital implante a entrega domiciliar de medicamentos durante a pandemia do novo coronavírus. A medida beneficia pacientes idosos, com dificuldades de locomoção, em tratamento contra o câncer e doenças crônicas.

O projeto estabelece que a Prefeitura poderá firmar convênios para otimizar a distribuição dos medicamentos. Além disso, deverá ser divulgado em site oficial informações sobre a entrega domiciliar de medicamentos, com nomes dos medicamentos distribuídos e numero de usuários atendidos.

Leo Bezerra destaca que o projeto assegura o acesso ao direito fundamental à saúde da parcela mais vulnerável da população,através da oferta de medicamentos em suas residências, de forma a contribuir para a não proliferação da Covid-19. Ele ainda ressalta que o vírus tem uma rápida disseminação e que a propositura se mostra uma medida justa e de caráter humanitário em virtude do momento delicado que vivemos.

“Em razão da ausência de qualquer tipo de tratamento, ou vacinas que possam barrar o avanço da pandemia, a OMS e todos os governos tem recomendado, e até mesmo obrigado, toda a população a permanecer em isolamento social, sem qualquer atividade externa, para que com isso, o pico de contaminação seja reduzido ao máximo”, defendeu Leo Bezerra.

Em audiência com o secretário de Saúde Municipal, Adalberto Fulgêncio, Leo explicou que os Correios obtiveram autorização excepcional para que no período da pandemia fizessem o transporte de medicamentos. Ele propôs um debate com médicos, Conselho Regional de Farmácia e prefeitura para viabilizar a entrega domiciliar dos medicamentos.

O Projeto tramita na CMJP e será discutido novamente na próxima quarta-feira (20).

Comente