Laudo da Sudema aponta esgoto como causador das mortes dos peixes na Lagoa

Um laudo divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente da Paraíba (Sudema), após análise feita nas águas do Parque da Lagoa, constatou que o motivo das mortes de peixes registradas no último dia 25 de janeiros, teria sido devido a um esgoto clandestino que teria sido jogado no local.

O laudo concluiu que haviam “baixos níveis de oxigênio na água – o que pode levar espécies de peixes menos resistentes à morte –, alta densidade de bactérias indicadoras de esgoto, alterações na cor e presença de odores. Uma vez que trata-se de corpo hídrico lêntico (água parada), a acumulação de diversos tipos de contaminantes, como matéria orgânica advinda de esgoto, pode consumir o oxigênio presente na água, baixando o seu nível”.

Outro trecho do relatório ainda afirma que os técnicos constaram “a presença de esgoto (coliformes termotolerantes em alta densidade) e resíduos de produtos de limpeza (fosfatos, sulfatos e cloretos)”.

A Prefeitura Municipal de João Pessoa foi avisada, para que seja traçado um plano com o objetivo de identificar de onde estão vindo os lançamentos clandestinos de esgoto na região.