Enquanto disputa judicialmente com a União para não devolver à Caixa Econômica Federal os R$ 10.704.210,82 milhões que teriam sido desviados da obra de revitalização da Lagoa, a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) não conseguiu evitar um desfalque financeiro considerável no fim das contas.

Para que a tutela de urgência fosse deferida pela Justiça Federal, suspendendo o prazo de devolução da verba que se encerraria no início do ano, a gestão do prefeito Luciano Cartaxo (PV) teve que adiantar a quantia de R$ 2.674.449,41.

Após o pagamento dos recursos e os trâmites do processo, a contestação da Advocacia Geral da União e o pedido de impugnação da PMJP, o judiciário está pronto para julgar o mérito. A ação está na 1ª Vara Federal da Justiça Federal na Paraíba nas mãos do juiz federal João Bosco Medeiros de Sousa.

Confira os boletos:

Lagoa, 2 anos: Justiça Federal obrigou PMJP a devolver R$ 2,6 mi para aceitar recurso Lagoa, 2 anos: Justiça Federal obrigou PMJP a devolver R$ 2,6 mi para aceitar recurso

Comente

Camara Municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here