Publicidade
Política

Kita quer transformar antigo Parque do Caranguejo em espaço para práticas esportivas

Preocupado com a falta de espaços específicos para os adeptos de esportes radicais na cidade de Bayeux, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Jefferson Kita (PSB), apresentou durante a sessão desta terça-feira (12) uma solicitação para que a Prefeitura construa um ‘Espaço para Esportes Radicais’, especialmente o skate.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com o parlamentar, o terreno do antigo ‘Parque do Caranguejo’, localizado por trás da Prefeitura é o local ideal para construção do espaço que seria destinado a atender essa camada do público jovem que se diverte, realiza competições e diversas atividades relacionadas ao Skate.

Para Kita, é possível construir uma pista padrão, de modo a atender satisfatoriamente e com toda segurança que os praticantes do esporte merecem. “Sim, é possível construir uma pista padrão, com toda a segurança que nossos jovens e adolescentes merecem e com todos os equipamentos necessários à prática desse esporte. Existem vários modelos e de pistas. Com certeza poderemos encontrar um projeto viável ao nosso município”, argumentou.

“Temos a grande necessidade de oferecer alternativas esportivas aos jovens de Bayeux. A cidade dispõe de um excelente terreno localizado no Centro da cidade, justamente por trás do prédio da Prefeitura. Em face disso apresentei requerimento verbal para que sejam providenciados os meios para construção de um espaço para prática de esportes radicais, com pista de skate e outros equipamentos que atendam nossa juventude”, publicou o parlamentar em suas redes sociais.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar