Justiça Federal concede liberdade a empresário preso na Operação Famintos

A Justiça Federal concedeu liberdade a Josivan Silva, preso de forma temporária no âmbito da Operação Famintos, que investiga irregularidades no fornecimento de merenda escolar para Prefeitura de Campina Grande.

Josivan não conseguiu ser detido quando foi deflagrada a Operação. Ele prestou depoimento na sede da Polícia Federal na última segunda-feira (29) após voltar de São Paulo, onde participava de um evento gastronômico. O alvará de soltura, assinado pelo juiz Vinícius Costa Vidor, foi encaminhado à Direção do Presídio Serrotão, onde Josivan estava detido.

O magistrado encaminhou, também,  um ofício ao prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSD), determinando o afastamento por 180 dias da diretora administrativa financeira da Secretaria Municipal de Educação, Maria do Socorro Menezes de Melo.

“A análise dos documentos apreendidos permitiu verificar que a referida servidora figurou como gestora e responsável pelos contratos irregulares, de modo que tinha ciência das irregularidades já apontadas pela investigação preliminar e que aderiu à atuação do grupo criminoso”, diz um trecho do despacho. As informações são do Blog do Wallison Bezerra.

Comente