Justiça determina suspensão dos direitos políticos de Sara Cabral até 2025

Justiça revelou que ela foi julgada e condenada em um processo por improbidade administrativa

Após fazer carreata, dar entrevistas e comemorar a vitória de um dos processos que lhe impediria de disputar as eleições deste ano, a ex-prefeita de Bayeux, Sara Cabral, teve um novo revés.

A justiça revelou que ela foi julgada e condenada em outro processo por improbidade administrativa que transitou em julgado na justiça federal, suspendendo os direitos políticos pelo prazo de seis anos a partir da condenação definitiva. Ela foi condenada por ter causado dano ao erário na utilização de recursos públicos federais, sendo inclusive determinado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região a devolução dos recursos para o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome.

Com a decisão, ela perde os direitos políticos até setembro de 2025 e a ficha de filiação ao MDB assinada recentemente terá de ser anulada.

A informação foi atualizada e consta de certidão emitida pelo CNJ na data desta quinta-feira (11), e também já fora comunicada a 61ª zona eleitoral da Paraíba em Bayeux que deverá invalidar a filiação feita no mês de março quando a pré candidata já se encontrava com os direitos políticos suspensos.

Por essa razão ela não terá condições de obter o registro da candidatura e disputar o pleito deste ano.

Sara Cabral responde a mais de 20 processos na justiça por conta de sua passagem na prefeitura de Bayeux no início dos anos 2000.

Para acessar o acórdão e o cadastro nacional de condenações por atos de improbidade administrativa basta clicar nos links abaixo.

A decisão não cabe mais recurso.

Veja documentos: 

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab
Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab