- Publicidade -
Política

Justiça acata ação do MPF e manda reduzir salário de senador paraibano

José Maranhão acumula de forma ilegal pensão de ex-governador com remuneração de parlamentar; montante pago indevido ultrapassa R$ 1 milhão

A Justiça Federal da Paraíba determinou a redução da remuneração mensal do senador José Maranhão (MDB), que acumula R$ 57 mil por mês, computando pensão especial de ex-governador (23,5 mil) com o salário de senador (33,7 mil). A informação é da coluna Radar, da revista Veja.

- Continua depois da publicidade -

A redução do salário de Maranhão é fruto de uma liminar em ação movida pelo Ministério Público Federal, que considera abusiva lesão ao erário. A decisão foi do juiz Bruno Teixeira de Paiva.

José Maranhão acumula os dois valores desde 2015, quando assumiu no Senado. De lá até outubro de 2018, quando foi ajuizada a ação, ele recebeu ilegalmente, segundo a decisão judicial, mais de R$ 1 milhão. Parte na ação, a União pode requerer de volta esse montante.

O senador, agora, receberá o teto constitucional, de R$ 33,7 mil, salário de um ministro do STF. Pela decisão, o Senado terá que reduzir o salário de Maranhão. Caberá ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre, cumprir a sentença.

Na ação, o senador paraibano argumenta que o acúmulo não é ilegal por se tratar de duas fontes pagadoras distintas. Outros senadores também recebem as duas rendas.

Comente

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected] | WhatsApp: (83) 98176 - 1651

Redação Paraíba Já

Fundado em maio de 2010, o Paraíba Já é um portal de notícias sediado em João Pessoa (PB), que tem compromisso com a verdade, fazendo um jornalismo de qualidade e relevância social.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar