Julgamento de Ricardo Coutinho faz TSE iniciar sessão mais cedo na quinta

Ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, divulgou comunicado informando que "excepcionalmente" a sessão ordinária do dia 27 começará mais cedo

O julgamento das Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) que envolvem o ex-governador Ricardo Coutinho estão movimentando não apenas o cenário eleitoral em João Pessoa, já que ele pode ficar inelegível, mas também a própria rotina do TSE. Após ir à pauta no dia 20, o julgamento foi adiado para a próxima quinta-feira (27).

Isso porque o Ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, emitiu comunicado informando que excepcionalmente nesta quinta-feira (27) a sessão será iniciada às 9h, diferente das 10h, como de costume na Corte.

Para ficar claro que trata-se de uma ação extraordinária que tem relação com o processo que envolve o socialista, as primeiras pautas do julgamento da sessão são os que figuram Ricardo.

Quem está no comando do julgamento é o Ministro Og Fernandes.

Confira pautas do julgamento

(Foto: Reprodução/TSE)

Leia comunicado de Barroso

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL comunica que, excepcionalmente, a sessão ordinária do dia 27 de agosto de 2020, quinta-feira, terá início às 9h.

Brasília, 21 de agosto de 2020.

Ministro Luís Roberto Barroso

Comente