Jogadores do Campinense reagem após hotel ser invadido por torcedores do América-RN

Confronto aconteceu quando os jogadores se preparavam para retornar à Paraíba e os torcedores invadiram o local onde eles estavam hopedados

Torcedores do América-RN entraram em confronto com a delegação do Campinense, após empate entre os times na Arena das Dunas, neste sábado (9). O conflito ocorreu no hotel onde os paraibanos estavam hospedados.

O confronto aconteceu quando os jogadores do Campinense se preparavam para retornar à Campina Grande e foram surpreendidos pelos torcedores no hotel. A delegação chegou a recuar quando já entrava no ônibus, que ficou parcialmente destruído pela ação dos torcedores americanos. Em seguida, dois deles invadiram o saguão do hotel e foram recebidos com socos e pontapés pelos jogadores.

Cenas registradas pela Polícia Militar mostram o ônibus do clube depredado.

Um dos jogadores do Campinense, o lateral Dênis, levou um corte na perna durante a confusão e foi o único jogador ferido. Vídeos que circulam na internet também mostram a reação dos jogadores depois que dois torcedores invadiram o hotel, e acabaram sendo agredidos por atletas e dirigentes.

O Campinense retornou a Campina Grande horas depois, em outro ônibus. O placar da disputa ficou 0 a 0, o que levou a competição para ser decidida no próximo jogo, no Estádio Amigão.

O campinense emitiu uma nota de repúdio contra as agressões sofridas pelos jogadores e explicou o ocorrido.

Veja nota

O Campinense vem por meio desta repudiar a agressão sofrida pelo elenco rubro-negro, na noite desse sábado (09), por integrantes de uma torcida organizada do América-RN.

Após a partida, o elenco retornou para o hotel onde estava hospedado, onde iria jantar e retornar ao ônibus para voltar para Campina Grande.

Na saída para o ônibus, nossos jogadores foram surpreendidos com o ônibus apedrejado e alguns membros de uma organizada da equipe potiguar com pedras e garrafas de vidro nas mãos, para agredir nossa delegação.

A delegação recuou, mas eles insistiram no confronto, entraram no saguão do hotel, e os jogadores revidaram com o objetivo de se defender.

Com o suporte da gerência do Hotel, a diretoria conseguiu chamar a Polícia, que conduziu um dos agressores até a Central de Polícia, onde foi registrada uma ocorrência em flagrante do delito cometido contra nossa delegação. Reafirmamos nosso compromisso com a segurança e a integridade de todos os nossos jogadores e colaboradores, por isso, ainda iremos tomar outras medidas cabíveis sobre o ocorrido.

Lamentamos e repudiamos todo e qualquer tipo de agressão.

Esperamos que isso não se repita com nenhuma delegação, afinal, futebol é um espetáculo que proporciona lazer. E que o confronto fique dentro das quatro linhas, e pela classificação.

Diga não a violência!