João e mais oito governadores divulgam carta em defesa da “legalidade e da paz”

Em meio aos movimentos preparatórios para o dia 7 de setembro, comemorado o Dia da Independência, os governadores do Nordeste divulgaram nesta quarta-feira (25) uma carta pública em defesa da democracia e afirmam que as instituições estaduais cumprirão a missão de proteger a ordem pública.

“Os governadores do Nordeste, reunidos em Natal (RN), nesta data, conclamam a sociedade e as instituições a uma atitude firme em defesa da legalidade e da paz. Somente assim, o Brasil terá condições de combater a inflação, o desemprego, e a pobreza, que crescem nos lares das famílias da nossa nação”, afirma o documento.

Na sequência, informam que os Estados “cumprirão a missão de proteger a ordem pública” e, por isso mesmo, “não participarão de qualquer ação que esteja fora da Constituição”.

A divulgação da carta ocorre em meio as especulações do 7 de setembro, Dia da Independência. Não haverá desfile militar, apenas uma cerimônia de hasteamento do Pavilhão Nacional em Brasília. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que participará de dois atos a favor do governo – um na capital federal e em São Paulo.