João diz que Ricardo foi ‘envenenado’ e confessa decepção com ex-governador

De passagem pelo Sertão paraibano para inaugurar O governador João Azevêdo comentou, nesta quinta-feira (5), os desdobramentos de sua desfiliação do PSB, após o processo de dissolução do Diretório Estadual do partido. Em entrevista à TV Diário do Sertão, o agora ex-socialista disse acreditar que o ex-governador Ricardo Coutinho foi ‘envenenado’ por pessoas do partido e confessou estar decepcionado.

“Eu não dei um único motivo sequer para que houvesse crise interna no partido. Entretanto, pessoas envenenaram o ex-governador Ricardo Coutinho, no sentido de que não poderia ter legenda para disputar agora em 2020. E fizeram com que, numa armação muito grande, se tomasse e se dissolvesse o Diretório (Estadual) do PSB; essa é a grande verdade”, pontuou o governador.

Para João, os verdadeiros causadores do imbróglio no PSB paraibano se escondem por trás de uma falsa democracia. “As pessoas que causaram isso, evidentemente, hoje se colocam num discurso extremamente democrático, mas é democrático para imprensa; internamente não agiram assim”, observou.

Questionado sobre como ficará o relacionamento com Ricardo após sua desfiliação do PSB, João Azevêdo se disse decepcionado. “Eu não tem mágoa no meu coração; eu tenho decepção… Eu não tenho espaço para ter no meu coração raiva, ódio. Isso pra mim não funciona. Eu tenho decepções como qualquer ser humano. Eu realmente não esperava determinadas atitudes, procedimentos”, finalizou.

Assista a entrevista abaixo

Comente