João Azevêdo recebe Anísio Maia no PSB e comenta punição do PT: “injustiça”

No dia 24 de março, a Comissão Nacional de Ética do Partido dos Trabalhadores decidiu suspender por seis meses o deputado estadual

O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB) recebeu, nesta sexta-feira (1º), a filiação do deputado estadual Anísio Maia, que deixa o PT para integrar os quadros do partido socialista. De casa nova, o parlamentar poderá disputar as eleições deste ano.

No dia 24 de março, a Comissão Nacional de Ética do Partido dos Trabalhadores decidiu suspender por seis meses o deputado estadual, após ele ir de encontro à decisão da Executiva Nacional de apoiar a então candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho, hoje no PT, e levou adiante a candidatura própria à Prefeitura de João Pessoa em 2020.

O chefe do Executivo estadual destacou a história política do ex-petista e tratou como injustiça a punição dada a Anísio.

“Um reforço extraordinário, pela historia de luta que tem Anísio, pelas lutas populares por tudo que ele eu diria que enfrentou na sua vida, que conquistou com muita batalha, com muito esforço, e que nesse momento foi, eu diria que, forçado a mudar o rumo na sua vida partidária de uma forma que, não me cabe fazer nem tecer comentários sobre decisões de outros partidos, entretanto sabemos que foi uma injustiça” comentou.

João Azevêdo também lembrou que desde o anúncio da decisão da Comissão Nacional de Ética do PT, o PSB convidou o deputado para integrar a sigla.

“Logicamente, desde o primeiro momento, que o PSB se colocou à disposição e abriu as portas pela história que é, mesmo, por tudo que ele construiu na Paraíba e para gente é um orgulho muito grande ter um companheiro tão valoroso chegando as nossas fileiras para engrandecer o partido”, concluiu.