João Azevêdo e Lígia Feliciano discutem viagem de comitiva paraibana à China

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta sexta-feira (28), na Granja Santana, em João Pessoa, com a comitiva do Governo do Estado, liderada pela vice-governadora Lígia Feliciano, que fará uma viagem à China, na próxima semana, para buscar novos investimentos para a Paraíba e tratar da implantação do estaleiro de reparos navais no município de Lucena.

O chefe do Executivo estadual afirmou que a viagem visa internacionalizar as potencialidades do Estado e também terá o objetivo de apresentar o Polo Turístico Cabo Branco, cujo edital lançado no início do mês prevê a construção inicial de cinco resorts no entorno do Centro de Convenções de João Pessoa. “A Paraíba será conhecida, na oportunidade, em todos os seus aspectos, não apenas econômico, mas, acima de tudo, o nosso potencial de inovação e tecnologia que estamos disponibilizando para o mundo todo e eu desejo sucesso nessa missão”, pontuou.

A vice-governadora Lígia Feliciano ressaltou que todo o esforço empreendido pelo governo visa atrair novos investimentos e gerar emprego e renda no Estado. “Vamos cumprir um protocolo Brasil-China que foi assinado em abril com relação à implantação do estaleiro de reparos em Lucena, que deve injetar R$ 3,5 milhões na nossa economia durante a construção e gerar seis mil empregos, e conhecer todo o desenvolvimento no entorno do estaleiro para implantar essas ideias na Paraíba. Nós também vamos nos reunir com empresários ligados ao segmento de energias renováveis, pois o nosso Estado tem um potencial muito grande na área e apresentar o Polo Tecnológico de Campina Grande e toda a tecnologia que desenvolvemos, a exemplo do aplicativo Preço da Hora, lançado hoje. Tenho certeza de que colheremos bons frutos”, frisou.

O secretário do Turismo e do Desenvolvimento Econômico, Gustavo Feliciano, afirmou que a viagem será uma oportunidade para promover uma relação comercial entre a Paraíba e a China. “Nós estamos indo conhecer a operacionalização do estaleiro IMCYY, o maior operador de reparos de navios do mundo, e a intenção é de poder oferecer mão-de-obra qualificada e equipamentos para o estaleiro que vai ser instalado na Paraíba. Além disso, vamos nos reunir com empresas para mostrar as potencialidades do nosso Estado”, comentou.

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari Filho, evidenciou a possibilidade da vinda de empresas que operam no entorno do estaleiro da China para o Estado. “Esses empreendimentos podem atuar no Parque Industrial que iremos construir. Nós também vamos conhecer projetos relacionados às energias renováveis e apresentar o potencial da Paraíba e tentar viabilizar a instalação de grandes empreendimentos na área de energia solar, gerando emprego para a região do Sertão. Esse é um momento propício para buscar investimentos internacionais e a China tem interesse de investir no Nordeste”, disse.

O deputado estadual Melchior Batista (Chió) e o secretário de Desenvolvimento, Indústria e Comércio de Lucena, José Maria Pereira, também participaram da reunião.

A delegação da Paraíba que irá à China também será integrada pela presidente da Companhia Docas, Gilmara Temóteo, pelo presidente do Sindicato Sucroalcooleiro da Paraíba, Edmundo Coelho, e pelo empresário da Red Diamond, Roberto Gadelha. A agenda prevê reuniões com o embaixador do Brasil na China, Paulo Estivallet, e reuniões com representantes de diversas empresas internacionais.

Comente