João Azevêdo diz que nunca cogitou reduzir salários dos servidores públicos devido à pandemia

O governador João Azevêdo garantiu, nesta quarta-feira (22) durante entrevista no programa Arapuan Verdade, que não haverá o corte dos salários dos servidores públicos devido à pandemia de coronavírus. Ele ainda afirmou que a gestão nunca cogitou a medida.

“Em nenhum momento o Governo pensou ou cogitou em tomar uma atitude dessas, estamos fazendo exatamente o contrário”, destacou.

De acordo com o governador, o estado está realizando os esforços necessários para garantir que os compromissos financeiros sejam mantidos, como a redução de todos os custeios com a suspensão dos carros locados, a redução do uso de combustíveis e outras medidas que estão sendo tomadas.

João Azevêdo ainda comentou que espera a aprovação de medidas da Câmara Federal e do Congresso Nacional para auxiliar financeiramente os Estados, mas acredita que as ações não acontecerão em breve devido a disputa entre os poderes do Executivo e Legislativo.

“Esperamos que a Câmara e o Congresso Nacional aprovem medidas para melhorar as condições financeiras dos Estados, mas ao que parece, isso está longe de ocorrer com uma disputa acirrada entre o Poder Executivo e o Legislativo. Quem sai perdendo com isso é o povo, infelizmente”, criticou.

Comente