Investimento de R$ 5,5 mi: João acompanha entrega de equipamentos no Hospital de Patos

A visita do governador João Azevêdo, essa semana, ao Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro (CHRDJC), de Patos, marca um salto de qualidade e amplitude de atendimento à população sertaneja. Isto porque a unidade, que é referência para a população de 89 municípios da terceira Macrorregião de Saúde, recebeu equipamentos de ponta que possibilitarão um ganho expressivo na assistência de seus pacientes. Trata-se de um tomógrafo de última geração, com 64 canais, um angiografo, que vai possibilitar a implantação de serviços de hemodinâmica na unidade, e ainda um aparelho que permitirá o hospital fazer cirurgias não invasivas, utilizando a técnica da videolaparoscopia. Somente na aquisição destes três equipamentos foram investidos R$  5,5 milhões.

O diretor geral do Complexo, Francisco Guedes, explica que a chegada destes equipamentos vai melhorar sobremaneira a assistência da unidade aos pacientes em diversas demandas. “Nosso novo tomógrafo vai possibilitar que tenhamos exames ainda mais precisos, já que a qualidade de imagens deste equipamento que recebemos da SES chega a ser similar a de uma ressonância magnética, facilitando o fechamento de diagnósticos. O videolaparoscópio também é um dos mais modernos que existem no mercado e vai possibilitar a realização de cirurgias abdominais não invasivas e, por fim, o angiografo, que vai permitir que a gente atenda pacientes em demandas de hemodinâmica sem ter mais que mandar os pacientes do sertão para Campina Grande”, destaca Francisco.

A previsão é que o novo tomógrafo comece a funcionar a partir do próximo mês. “Devemos, já em maio, estar operando com esse novo equipamento. Não é possível antes disso, mesmo o tomógrafo já estando aqui, porque precisaremos fazer adequações na parte elétrica em função do equipamento mais moderno exigir isso, além de pequenos ajustes estruturais no ambiente onde ele será instalado”, afirma o diretor Administrativo do Complexo, Levi Firmino. Segundo Levi, o atual tomógrafo será encaminhado para o Hospital Edson Ramalho, em João Pessoa, que também integra a rede estadual de saúde.

Já o aparelho da Hemodinâmica, o angiografo, que permitirá a realização de cirurgia vascular, revascularização e ainda a realização de cateterismo, também já se encontra na unidade, mas só poderá ser instalado quando acabar a reforma da sala onde ele será montado. A previsão de término da obra, que está sendo realizada com a equipe do próprio hospital, é final de maio. “Ainda neste primeiro semestre deveremos inaugurar o serviço de hemodinâmica da unidade, num ganho imensurável de amplitude de nossa assistência e prestação de serviços à população do sertão”, reitera Francisco Guedes.