Investigado por assédio sexual, jogador Daniel Alves é detido na Espanha

O lateral direito Daniel Alves foi detido em Barcelona, na Espanha, depois de se apresentar voluntariamente a uma delegacia da polícia local para prestar depoimento sobre uma suspeita de agressão sexual.

  • Daniel Alves desembarcou na Espanha para prestar depoimento à Justiça nesta sexta (20).
  • Ele é acusado de “delito contra a liberdade sexual” de uma mulher na boate Sutton, em Barcelona.
  • O assédio sexual teria acontecido na madrugada de 30 de dezembro do ano passado.
  • O jogador, que atua no Pumas, do México, nega todas as acusações.

Segundo o jornal Marca, o juiz vai decidir se manda Daniel Alves para a prisão ou se deixa o atleta em liberdade.

Relacionadas

A suspeita de agressão sexual

De acordo com o site El Taquigrafo, as câmeras de segurança da boate mostram Daniel Alves chegando com um amigo por volta das 2h00 na Sutton. Eles aparecem conversando e dançando com várias mulheres.

Às 4h22, a vítima é vista indo ao banheiro e é seguida por Daniel Alves segundos depois. No recinto, não há câmeras de segurança. A mulher é vista saindo do banheiro 47 segundos depois, novamente seguida pelo jogador.

Daniel Alves e o amigo foram filmados deixando a boate 10 minutos depois. Segundo a publicação, a mulher então “começou a chorar descontroladamente” e foi consolada pelas amigas, que alertaram os funcionários do local.

A Boate Sutton teria acionado o “protocolo de proteção a vítimas de assédio” e tentou encontrar Daniel Alves, mas sem sucesso.

Do UOL