Interino de Patos convoca coletiva, expõe caos no município e anuncia sindicância para apurar denúncias

O prefeito interino da cidade de Patos, Ivanes Lacerda, na manhã desta quarta-feira (18), reuniu vereadores, secretários e a imprensa local, para uma entrevista coletiva com o intuito de apresentar questões relacionadas à gestão municipal, e ainda expor a análise da comissão encarregada de apurar denúncias sobre supostas irregularidades nas escalas de plantões de serviços como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Pronto Antedimento (PA) Maria Marques.

Além de apresentar dados referentes às finanças da gestão, bem como esclarecer sobre as dificuldades e cortes necessários, sobretudo na folha de pagamento, o gestor e sua equipe também comentaram sobre o código tributário do município, de modo que várias questões foram consideradas.

Já em relação às denúncias que indicaram a existência de supostas irregularidades envolvendo servidores da UPA, SAMU e PA Maria Marques, o secretário municipal de Saúde, Umberto Joubert, informou que a comissão identificou algumas alterações indevidas referentes às escalas de trabalho e compra de alimentação. Diante disso, será aberta uma sindicância que vai indicar os procedimentos cabíveis a serem tomados, conforme afirmou o secretário.

O prefeito interino Ivanes Lacerda também se pronunciou sobre o caso, frisando que o momento é de aguardar a conclusão da sindicância, já que o intuito não é tirar conclusões precipitadas, mas apurar cuidadosamente cada detalhe relacionado às irregularidades observadas.