Integrantes de movimentos de direita que organizaram atos na PB são intimados pela polícia

Integrante do Direita Mover estranha intimação da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado e diz que ele não consegue organizar nem a própria vida

Em vídeo publicado nas redes sociais, o integrante do movimento Direita Mover, Alisson Novais se mostrou indignado após receber uma intimação da Polícia Civil da Paraíba para depor, nesta terça-feira (12), na Delegacia de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Dracco), por infração de medidas sanitárias.

De acordo com informações apuradas pela reportagem do Paraiba Já, além de Alisson Novais também teriam sido intimados mais cinco integrantes do movimento, sendo Anderson Novais, Danilo Alves e Rafael Duarte, Michele Assis e Erick Douglas.

As infrações de medidas sanitárias estão relacionados às manifestações com aglomerações de pessoas, que foram realizadas em alguns domingos, em frente ao Grupamento de Engenharia de João Pessoa, carros de som contratados para incitar o fim do decreto que determina o distanciamento social, além de estimular o isolamento vertical.

Em vídeo publicado nas redes sociais, o ativista Alisson Novais declarou que a ação faz parte de uma intimidação que a direita vem sofrendo em todo o Brasil. Ele ironizou o fato de prestar depoimento à delegacia de crime organizado, quando de acordo com ele, não organiza nem a própria vida e afirmou que a intimação não vai funcionar com o grupo.

Assista:

Comente