Inocente, homem fica preso oito meses na PB após ordem de soltura

Em que pese uma decisão judicial concedendo a liberdade a um homem cuja a inocência foi comprovada, o mesmo ficou oito meses preso após a ordem de soltura.

O fato aconteceu na comarca de Boqueirão, localizada há 50 km de Campina Grande, onde um homem identificado por Jailson havia sido preso no dia 22 de junho do ano passado, sob acusação de ter praticado um roubo. Após investigação, o Ministério Público concluiu não ser ele o autor do suposto crime, motivo pelo qual o juízo da comarca de Boqueirão-PB determinou sua imediata soltura no dia 11 de outubro.

Passaram-se quase 8 meses da decisão que determinou a soltura do cidadão e o cartório permaneceu inerte, tendo expedido o alvará de soltura somente após ter sido alertado pelos advogados Lázaro Costa e Morganna Lucena, que ao tomarem conhecimento do caso, sensibilizaram-se e decidiram peticionar a liberdade do cidadão, que aconteceu nesta quinta-feira (6). As informações são do Blog do Diego Lima.

Comente