II Fest Aruandinha abre programação com filmes gratuitos para o público infanto-juvenil

Na tarde desse sábado (1), o público infanto-juvenil passa a contar com uma semana de cinema de graça e de qualidade. Aconteceu na Usina Cultural Energisa, a abertura do II Fest Aruandinha, que conta com programação gratuita até o dia 5 de dezembro. As exibições ocorrem na Sala Vladimir de Carvalho, da Usina Cultural Energisa e em cinemas da capital. De acordo com o coordenador e curador do evento, Lúcio Vilar, o festival trabalha na expectativa de formação de público, de pessoas que nunca entraram no cinema, que não conhecem a produção de cinema brasileiro. “O Aruandinha tem essa preocupação: contribuir com a formação desse público que tá em processo de crescimento: de ampliação de repertório, de formação cultural; e que o público do Fest Aruandinha venha a ser o público do Fest Aruanda, no futuro”, espera Lúcio Vilar.

O Fest Aruandinha tem o apoio da Usina Cultural Energisa, da Secretaria de Educação do Estado e da Secretaria de Educação de João Pessoa. Na próxima semana, o evento irá receber alunos da rede pública pela manhã e à tarde. Este ano, serão exibidos 3 longas metragens, 12 curtas, inclusive filmes premiados na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis – a mais importante do país.

Publicidade
ALPB

Segundo Lúcio Vilar, a maior novidade do Fest Aruandinha é a seção “Minha Primeira Vez no Cinema, que vai acontecer na Cinépolis do Manaíra Shopping, em que crianças que nunca entraram no cinema terão a oportunidade de assistir os mesmos conteúdos no cinema, na terça (04) e na quarta (05). “Essa é a novidade mais tocante, que se trata de inclusão audiovisual para os alunos da rede pública”, afirma.

Comemoração especial – O Fest Aruandinha faz parte das comemorações dos 15 anos do Grupo Energisa. Para Ana Maria Colen Rievers, gerente de Comunicação e Marketing da Energisa, a Usina tem a característica de trazer produções de qualidade e gratuitas. “A proposta de trazer o Fest Aruandinha tem o propósito de oferecer cultura a essas pessoas. A Energisa acredita que esse é um trabalho que valoriza a cultura do Estado em que está atuando”, destaca.

Vivência da família – Além das crianças, as famílias também acompanham a exibição dos filmes. Maria Alice de Souza trouxe o filho, Davi de Sousa Medeiros, de 9 anos, para o Fest Aruandinha. Ela acredita os filmes são muito importantes pra educação. “Hoje o mundo está muito ruim para os nossos filhos, então é bom trazer pra esses filmes educativos. Eu não levo ele pra o cinema; ele assiste filme em casa, mas gosta muito”, opina. Davi diz que quer vir nos outros dias do Fest Aruandinha.

Simone Ribeiro também trouxe o filho Wanderson Ribeiro, de 9 anos, para o Fest Aruandinha. Ela chegou a tirar fotos para colocar nas redes sociais e incentivar mais pessoas a irem para o festival. “No meio de tanta violência não tem tanto espaço pra trazer as crianças, e com a internet, as crianças, se deixar, passam o dia inteiro online”, disse.

Confira a programação do Fest Aruandinha para os próximos dias:

Domingo, 2
16H – MATINÊ I
– Sessão Longa-Metragem
“Meu Pé de Laranja Lima”, de Marcos Bernestein (2012)

17H30 – MATINÊ II
– Sessão Curta-Metragem – Polo Audiovisual de Cataguases –MG
– Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (2018)
Segunda, 3

8h30
– Sessão Curta-Metragem (Polo Audiovisual de Cataguases-MG)
– Mostra Infantil de Florianópolis (SC)
08h45
– Sessão Longa-Metragem:
O Menino no Espelho, de Guilherme Fiuza (2014)

14h00 – Matinê I Sessão Longa-Metragem
– A FAMÍLIA DIONTI
Dir. de Alan Minas

Terça-feira, 4

8h30
– Sessão Curta-Metragem (Polo Audiovisual de Cataguases-MG)
– Mostra Infantil de Florianópolis (SC)
8h45
– Sessão Longa-Metragem:
“Meu Pé de Laranja Lima”, de Marcos Bernstein (2012)

14h
Matinê I – Sessão Longa-Metragem
– A FAMÍLIA DIONTI
Dir. de Alan Minas

15h

Matinê II

– Sessão Curta-Metragem (Polo Audiovisual de Cataguases-MG)
– Mostra Infantil de Florianópolis (SC)

– Quarta-feira, 4

8h30
– Sessão Curta-Metragem (Polo Audiovisual de Cataguases-MG)
– Mostra Infantil de Florianópolis (SC)
9h45
Sessão Longa-Metragem
O Menino no Espelho, de Guilherme Fiuza (2014)

14h
MATINÊ I
– Sessão Longa-Metragem
“Meu Pé de Laranja Lima”, de Marcos Bernstein (2012)

15h30
MATINÊ II
– Sessão Curta-Metragem (Polo Audiovisual de Cataguases-MG)
– Mostra Infantil de Florianópolis (SC)

FICHA TÉCNICA
– Sessão Curta-Metragem – Polo Audiovisual de Cataguases –MG
“O Plano de Peçanha” (Coletivo de animação, 2011)
“A Luta”, de Bruno Brenec (2016)
“Universo de Manuel” (Coletivo de animação (2016)
– Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (2018)
“Bola de Trapos”, de Carlos Avalone (Animação, SP, 2017, 4 min)
“Dourado”, de Bernardo Teixeira (Ficção, MG, 2016, 8 min)
“Brinquedo Novo, de Rogério Boechat (Animação, RJ, 2017, 7 min)
“A Roupa Nova do Papai Noel”, de Guto e André Bozzetti (Ficção, RS, 2016, 10 min)
“Caminho dos Gigantes”, de Alois Di Leo (Animação, SP, 2016, 12min)
“Médico de Monstro”, de Gustavo Teixeira (Ficção, SP, 2017, 11min)

Comente

Camara Municipal

Fique por dentro de todas as notícias do Paraíba Já nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Youtube.

Interaja com o Paraíba Já:
E-mail: [email protected]