HULW amplia capacidade de enfrentamento da Covid-19 com novos respiradores pulmonares

Atualmente, o Hospital Universitário Lauro Wandeley dispõe de 14 leitos de Unidade de Terapia Intensiva para pacientes confirmados de covid-19

Um reforço no enfrentamento da covid-19. Uma ação do bem que pode salvar vidas. Já estão prontos para entrar em funcionamento seis novos respiradores pulmonares recebidos pelo Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh). Doados pela Epasa – Centrais Elétricas da Paraíba S.A. em abril passado, os equipamentos estão orçados em R$ 372 mil e cada respirador custou R$ 62 mil.

A entrega oficial dos aparelhos ocorreu nesta sexta-feira (17) durante um encontro no gabinete da reitora da UFPB, Margareth Diniz. A cerimônia foi realizada pela manhã, com todos os participantes usando máscara de proteção facial como forma de prevenção do coronavírus. No local, também foi colocado álcool em gel à disposição dos presentes.

“Esses ventiladores vão permitir que a gente expanda a assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde. Agora, nós poderemos atender a um número maior de pacientes nas UTIs, que são justamente os pacientes mais graves”, afirmou Flávia Pimenta, superintendente do HULW. “Quero deixar meu reconhecimento e meu eterno agradecimento pelo ato de benevolência, de altruísmo e sensibilidade da Epasa”.

Ao comentar sobre a chegada dos novos respiradores pulmonares, a gestora também citou o profeta Isaías: “Jesus nos ensina que o sentido da vida está em produzir o bem ao próximo. A doação da Epasa é um exemplo concreto dessa vivência em benefício do outro, de um olhar mais apurado para a coletividade e que, no contexto atual, vai ampliar nossa capacidade de assistência às vítimas da covid-19 na Paraíba”, disse.

Para a reitora Margareth Diniz, essa doação representa uma contribuição imensurável e não apenas para o HULW. “Não só para o hospital, que hoje tem o menor índice de mortalidade por coronavírus em todo o Estado da Paraíba, mas para a sociedade. Esses respiradores são importantíssimos”.

Durante a cerimônia de oficialização da entrega dos respiradores, o diretor-presidente da Epasa, José Ferreira Abdal Neto (Seu Juca), comentou sobre a iniciativa da empresa. Como a Epasa está inserida na comunidade de João Pessoa, a empresa decidiu que precisava fazer algo durante pandemia. Assim, a UFPB, por meio do Hospital Universitário, foi a instituição escolhida por se tratar de uma entidade de respeito e credibilidade. “Então, a importância dessa doação é salvar vidas e saber que os respiradores serão bem utilizados por muito e muito tempo”, acrescentou.

Também participaram da solenidade de entrega dos respiradores, todos os gerentes do HULW e alguns chefes de serviço; o pró-reitor de Assuntos Comunitários da UFPB, Orlando de Cavalcanti Villar; o pró-reitor de Pesquisa, Isac Almeida de Medeiros; o diretor do Centro de Ciências Médicas, Eduardo Sérgio; e o vice-diretor do Centro de Ciências da Saúde, Fabiano Gonzaga Rodrigues. Da Epasa, ainda estiveram presentes: o diretor de Operações, Franklin de Araújo; e o gerente administrativo-financeiro, Renato Barros Pinheiros.

REFORÇO – Atualmente, o Hospital Universitário Lauro Wandeley dispõe de 14 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes confirmados de covid-19, mas essa capacidade de atendimento será ampliada para 18 com a chegada dos novos respiradores. Dos seis equipamentos doados, quatro irão reforçar o atendimento imediato. Por questões de segurança, um vai ficar na reserva para atender eventuais necessidades de substituição de aparelhos. O sexto equipamento será destinado à Enfermaria Covid-19. Assim, se todos os leitos de UTI do HULW estiverem ocupados, a equipe de saúde terá um equipamento disponível para possíveis intercorrências.

TESTES E LIBERAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO
Os respiradores pulmonares doados pela Epasa chegaram ao HULW no dia 7 de julho. Todo o material foi conferido pelo setor de Engenharia Clínica, que acompanhou o desembarque das caixas. O teste de funcionamento foi feito na presença de um técnico do fabricante, no dia 13. Só após esse procedimento, os equipamentos foram liberados para entrar em operação.

Antes de adquirir os itens para doação, a Epasa procurou saber a especificação correta do material que poderia ser útil ao HULW. “Enviamos uma especificação básica e agora recebemos os seis ventiladores, modelo Carmel da marca Takaoka. Com esses, passamos a ter o total de 46 equipamentos”, afirmou Viviane Vieira, chefe da Engenharia Clínica. Os novos respiradores pulmonares são próprios para serem utilizados na recuperação de pacientes adultos.

Comente