Hulk volta a jogar no Brasil; saiba como foi passagem dele pelo Atlético-MG

Foram 16 anos longe, mas agora Hulk está de volta ao futebol brasileiro. Desde que saiu do Vitória, em 2004, o paraibano rodou o mundo, jogou no Japão, em Portugal, na Rússia e na China. Tudo isso até acertar com o Atlético-MG na semana passada. A partir de agora, o atacante vai voltar a jogar no seu país de origem para escrever uma história mais longa, bem diferente do seu papel na juventude, afinal, ele tinha apenas 18 anos quando deixou o Leão da Bahia para atuar no Kawasaki Frontale.

A expectativa do retorno de Hulk ao Brasil foi confirmada na última sexta-feira. A partir de agora, ele vai vestir a camisa 7 do Atlético-MG num contrato de dois anos. E é essa volta ao Brasil pela estrutura atleticana que motiva o atacante a se manter em busca de grandes desafios na carreira.

O Atlético Mineiro me deu a oportunidade de voltar a jogar no meu país depois de tanto tempo. Um clube com uma das melhores estruturas do mundo. Com um projeto fantástico. Uma torcida apaixonada e vibrante que abraça seus ídolos. Vou retribuir com aquilo que sempre fiz. Com muitos gols, muita raça e muita vontade de vencer… Venho para ser campeão. Hulk é Galo
— disse Hulk.
Hulk vai vestir a camisa 7 do Atlético-MG, voltando ao futebol brasileiro depois de 16 anos — Foto: Atlético

Hulk vai vestir a camisa 7 do Atlético-MG, voltando ao futebol brasileiro depois de 16 anos — Foto: Atlético

Mas antes desse novo capítulo como jogador atleticano, a carreira do paraibano começou bem antes no futebol. Foi final da década de 1990 , quando Hulk iniciou o projeto de se tornar um atleta. Ainda em Campina Grande, a sua cidade natal, no interior da Paraíba, o jogador iniciou a carreira nas categorias de base do Serrano-PB. O modesto Lobo da Serra, como é conhecido, contou com o garoto Givanildo disputando a Copa Gazetinha Sub-13, em Vila Velha, no Espírito Santo. Vale ressaltar que o seu apelido vem desde a infância, pelos seus pais, já que o menino gostava de imitar o super-herói da Marvel.

A passagem de Hulk pelo Serrano-PB foi durante 1999 e 2000. Depois disso, ele deixou a equipe para alçar voos altos. Isso porque foi tentar a sorte nas categorias de base do São Paulo. Mais tarde, quando o atacante trocou o Porto pelo Zenit, o Lobo da Serra escapou da falência graças ao Mecanismo de Solidariedade da Fifa, que determina que 5% do valor pago pelas transferências sejam divididos pelos clubes formadores do atleta.

O modesto Serrano-PB, clube de Hulk na adolescência, escapou da falência graças à transferência do atacante para o Zenit — Foto: Matheus Pereira / Serrano-PB

O modesto Serrano-PB, clube de Hulk na adolescência, escapou da falência graças à transferência do atacante para o Zenit — Foto: Matheus Pereira / Serrano-PB

A passagem de Hulk pelo São Paulo aconteceu em Barueri, quando o jogador tinha 16 anos, num local alugado pelo Tricolor para alojar a categoria de base. Foi tudo muito rápido, tanto que não deu tempo nem de realizar a transição, até porque o Vitória chegou junto com uma proposta mais vantajosa. E o paraibano de Campina Grande topou na hora.

Foi no Leão, entre 2003 e 2004, que Hulk passou por transições, jogou no sub-17, sub-19, até chegar ao time profissional. Mas, já naquela época, o assédio era forte para cima do jogador. Foi dessa maneira que ele aceitou o desafio de deixar o Brasil, isso para defender o Kawasaki Frontale, do Japão. Jogando fora do país, Hulk atingiu o seu auge, ganhou notoriedade, foi convocado para a Seleção Brasileira, jogou Olimpíada, Copa das Confederações, Copa América e Copa do Mundo. Tudo isso num longo período de 16 anos, até acertar com o Atlético-MG.

Hulk nos tempos de Japão — Foto: Reprodução

Hulk nos tempos de Japão — Foto: Reprodução

No Japão, Hulk também atuou por Consadole Sapporo e Tokyo Verdy. De lá, ele foi para Portugal defender o Porto. Foram várias temporadas de sucesso, conquistando títulos importantes e saindo com moral numa transferência de altas cifras que o levou para o Zenit, da Rússia. No leste europeu, convenceu, levantou taças e, em uma recente votação popular promovida pelo Campeonato Russo, ele foi eleito o melhor jogador estrangeiro da competição.

A última passagem do atacante fora do país foi na China, pelo Shanghai SIPG. Foram cinco temporadas pela equipe, com direito a título nacional e 77 gols. Agora a vida de Hulk vai ser em Belo Horizonte, no Atlético-MG, clube que tem um projeto ambicioso para as próximas temporadas, incluindo um estádio próprio. A partir de fevereiro, com o início da temporada 2021, o paraibano vai ser uma das opções do técnico Jorge Sampaoli no Galo.

O jovem Hulk nos tempos de Vitória — Foto: Reprodução / Instagram

O jovem Hulk nos tempos de Vitória — Foto: Reprodução / Instagram

POR ONDE HULK PASSOU?

— Foto: Arte / ge

— Foto: Arte / ge

Hulk no Brasil? Só pela Seleção!

No período em que ficou fora do país, Hulk teve poucas oportunidades de jogar nos estádios brasileiros. As raras possibilidades aconteceram quando ele foi convocado para a Seleção Brasileira e disputou partidas no país. Por sorte, durante esse tempo, ele jogou a Copa das Confederações e a Copa do Mundo em solo brasileiro.

A primeira convocação de Hulk para a Seleção foi em 2009, ainda com Dunga como comandante. Depois disso, ele também teve oportunidades com Mano Menezes e Luiz Felipe Scolari, o treinador que mais deu minutos ao atacante na Amarelinha. A última convocação de Hulk para a equipe foi em 2016, durante a segunda passagem de Dunga.

Em votação popular, Hulk foi eleito o melhor jogador estrangeiro da história da Premier League russa — Foto: Reuters

Em votação popular, Hulk foi eleito o melhor jogador estrangeiro da história da Premier League russa — Foto: Reuters

Pelo time pentacampeão do mundo, Hulk atuou em amistosos, nos Jogos Olímpicos de Londres, em que conquistou a medalha de prata, e também conquistou a Copa das Confederações, no Brasil, em 2013.

Com Luiz Felipe Scolari, Hulk foi titular na conquista do tetra da Copa das Confederações e ainda carimbou uma vaga entre os 11 na Copa do Mundo de 2014. No Mundial, porém, o resultado não foi nada bom, com direito ao 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal, justamente no Mineirão, o principal palco do futebol de Minas Gerais, onde ele vai atuar daqui para a frente.

Hulk marcou o gol do Brasil na derrota por 2 a 1 para México na final olímpica de 2012 — Foto: Getty Images

Hulk marcou o gol do Brasil na derrota por 2 a 1 para México na final olímpica de 2012 — Foto: Getty Images

Depois disso, Hulk ainda disputou a Copa América de 2016, a edição centenária, sob o comando de Dunga. A Seleção também não fez uma boa competição, sendo eliminada na fase de grupos.

O fato é que, depois de 16 anos jogando no exterior, atuando em terras tupiniquins apenas a serviço da Amarelinha, Hulk vai voltar a sentir o que é uma atmosfera pré-jogo em território brasileiro, ouvir a preleção em português do Brasil e buscar o título de campeão brasileiro e também da Libertadores, já que o Atlético-MG está bem próximo de confirmar a vaga matematicamente.

Neymar, Hulk e Oscar em partida válida pela Copa do Mundo do Brasil, em 2014 — Foto: Getty Images

Neymar, Hulk e Oscar em partida válida pela Copa do Mundo do Brasil, em 2014 — Foto: Getty Images

Chegou a grande oportunidade de Hulk mostrar ao público do país o futebol que conquistou Porto, Zenit e também o Shanghai SIPG.