Hospital gerido pela Prefeitura de CG se torna criadouro do mosquito da dengue

Municipalizado pelo prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB) em janeiro deste ano, o Hospital Dr. Edgley Maciel, tornou-se segundo fotos enviadas a redação um criadouro de mosquitos aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika virus.

As fotos comprovam carros, ambulâncias e diversos equipamentos da prefeitura de Campina Grande abandonados nos fundos do hospital servindo para o acúmulo de água que propícia a multiplicação do mosquito da dengue.

Durante a assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público em janeiro deste ano o prefeito Romero Rodrigues assegurava que a unidade localizada no bairro de José Pinheiro iria funcionar como um centro de tratamento de hemodiálise, uma central de imagem e o serviço municipal de emergência, psiquiatria e internação num custo mensal de R$ 300 mil para manter as atividades.

Confira imagens do local:

IMG-20160413-WA0016 IMG-20160413-WA0014IMG-20160413-WA0016 - CopiaIMG-20160413-WA0017 13016752_1167728249927632_2004365124_o 13016460_1167728726594251_588320464_o 13000652_1167728559927601_1137605735_o 12992000_1167728406594283_150760469_o 12986887_1167728523260938_362416111_o 12986758_1167728886594235_677923217_o 12986575_1167728469927610_2016834704_o

Comente