Hospital de Clínicas realiza 1ª cirurgia ortopédica pelo programa Opera Paraíba

Além de cirurgias de mão, a unidade também está com agendamento aberto para a realização de cirurgias do pé torto congênito

O Hospital de Clínicas de Campina Grande registrou, no início da noite dessa segunda-feira (16), a primeira cirurgia ortopédica da unidade. A paciente foi a dona de casa Arani Pereira de Souza, de 64 anos, que há um ano enfrentava dores com o dedo em gatilho. O problema é uma inflamação do tendão responsável por dobrar o dedo, que faz com que o dedo afetado fique sempre dobrado, mesmo quando se tenta abri-lo, causando dor intensa na mão.

A cirurgia durou cerca de 30 minutos e foi conduzida pelos ortopedistas Francisco Borborema e Paula Cardoso. “Foi uma cirurgia de liberação do dedo em gatilho, um procedimento bem tranquilo. Esse é só começo do que vamos fazer pelos pacientes que aguardam pela cirurgia para poder ter mais qualidade de vida”, enfatizou a médica.

Aliviada, a paciente conta que fez o cadastro no programa na semana anterior e mal conseguia pentear os cabelos por conta do problema. “Quando eu fechava a mão, para abrir só conseguia puxando, e doía todo o braço. Até para pentear o cabelo eu não tinha condições, com o dedo dolorido. Quando eu soube do programa vim logo e já estou aqui com a cirurgia feita. Esse programa é ótimo”, comemorou dona Arani.

Além de cirurgias de mão, o Hospital de Clínicas também está com agendamento aberto para a realização de cirurgias do pé torto congênito. “Com o início das cirurgias ortopédicas, o Hospital de Clínicas também se torna referência na especialidade, e é certamente um ganho extremamente significativo para a saúde dos paraibanos”, destacou a diretora-geral, Vívian Rezende.