Homem é detido suspeito de violentar nora aplicando ‘castigo’ após palavrão

Um homem foi detido suspeito de castigar a nora, obrigando ela a ficar ajoelhada para orar e, posteriormente, a retirando de casa e colocando sob o sol – também de joelhos. O caso aconteceu nesta quarta-feira (21), no bairro Róger, em João Pessoa. Uma denúncia foi feita na Delegacia da Mulher.

A mulher de 23 anos teria sofrido o “castigo” depois de um desentendimento em casa. A vítima é companheira de um dos três filhos do suspeito, que se diz evangélico.

O suspeito negou as acusações. “Não foi eu que disse. Foi o meu filho que mandou. Ele concorda com esse castigo aplicado”, disse.

A vítima prestou depoimento na Delegacia da Mulher, localizada na avenida Pedro II, na capital.

“A gente estava em casa. Por volta das 9h meu esposo pediu que eu colocasse comida. Houve um atrito. Nesse momento, meu sogro pediu pra eu ir orar. Quando terminei, ele disse que eu não tinha orado. Reclamei, falei que o tempo da escravidão já tinha acabado. Ele me mandou ir pra fora da casa, no sol quente e ajoelhar”, explicou a jovem.

Comente